BNA denuncia esquema de fraude nas redes sociais que atrai vítimas com a oferta de falsos produtos e serviços financeiros

BNA denuncia esquema de fraude nas redes sociais que atrai vítimas com a oferta de falsos produtos e serviços financeiros
​O Banco Nacional de Angola (BNA) denunciou na última semana a existência de um esquema fraudulento que promove, por via de mensagens instantâneas nas redes sociais e de chamadas telefónicas, alegadas ofertas de emprego por tempo certo ou indeterminado, bem como supostas oportunidades de aplicações financeiras e de concessão de crédito de forma fácil, através de uma presumível instituição financeira, que procura atrair pessoas com a promessa de oferecer vantagens financeiras imediatas.
 
Em comunicado, o banco central esclarece que para o caso das propostas de ofertas de emprego, as referidas mensagens têm geralmente o seguinte conteúdo: 
 
“A área responsável pelos recursos humanos da instituição financeira XYZ, tem disponível vagas de emprego para enquadramento imediato, com propostas remuneratórias bastante competitivas. Assim, os interessados, para mais esclarecimentos, devem ligar para o número 9XX XXX XXX ou clicar no link XXXXXXX.”
 
Quanto às mensagens sobre as supostas aplicações financeiras vantajosas ou o acesso a produtos de crédito de forma imediata, prossegue o BNA, as vítimas são convidadas a proceder ao pagamento de uma comissão inicial e, tão logo efectuem o referido pagamento, o alegado proponente desaparece sem deixar rasto, deixando de atender às chamadas telefónicas ou responder às mensagens.
 
Neste sentido, o banco central, enquanto autoridade responsável pela supervisão do sector bancário, alerta que se trata de propostas fraudulentas e adverte os utilizadores de plataformas digitais a ignorarem o referido contacto e a abordagem, abstendo-se de trocar quaisquer informações, seja qual for a natureza, de forma a evitar riscos de burlas.
 
Em caso de suspeita de recepção de chamadas telefónicas ou mensagens electrónicas fraudulentas, o BNA aconselha os visados a desligarem imediatamente o telemóvel, bloquear os referidos contactos, bem como denunciar os infractores aos órgãos competentes.

Partilhar artigo:

Somos um portal de notícias, voltado às tecnologias de informação e inovação tecnológica. Informamos com Rigor, Objectividade e Imparcialidade. Primamos pela qualidade, oferecendo aos nossos leitores, a inclusão tecnológica e a literacia digital

+(244) 930747817

info@pti.ao | redaccao@pti.ao

Mais Lidas

Últimos Artigos

Desenvolvido Por SP Media