Angola

Educação: Ministério da Educação lança escola virtual

Trata-se da escola virtual Xilonga que, de acordo com o Ministério da Educação (MED), não vem para substituir o professor em sala de aula, e sim para complementar o processo de ensino e aprendizagem à escola física, promovendo a aprendizagem à distância através da utilização de ferramentas e recursos interactivos.

A escola virtual Xilonga, desenvolvida pelo MED, já está aberta a todos estudantes e tem como alvos os alunos do Ensino Primário e do 1.º Ciclo do Ensino Secundário, que podem, com auxílio de um adulto, cadastrar-se e utilizar a plataforma a partir de qualquer ponto. A gestão da plataforma estará a cargo dos técnicos do MED.

O nome, Xilonga, junta a ideia de escola e de ensino, transversais a três línguas angolanas de origem africana, designadamente: o Kimbundu, o Umbundu e o Kikongo, resultantes da fusão entre Xi, de Xikola, (que exprime a ideia de escola), e longa, de Kulonga, (que exprime a ideia de ensinar). No ambiente virtual de aprendizagem Xilonga, os alunos e os encarregados podem aceder a tele-aulas, actividades, ao manual do aluno, caderno de actividades, guias metodológicos, normativos legais da educação e rádio aulas.

 

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal clicando aqui  !!!

Ferreira Manuel

Ferreira Manuel é um redactor web em ascensão, no Portal de T.I, residente em Luanda, Angola. É estudante de Comunicação Social e entusiasta das criptomoedas e da tecnologia blockchain.

Itens Relacionados