FMI confirma ataque cibernético à sua infra-estrutura

FMI confirma ataque cibernético à sua infra-estrutura

O Fundo Monetário Internacional (FMI) confirmou, na última semana, ter sido vítima de um ataque cibernético, que resultou no comprometimento de 11 contas de e-mail da instituição financeira.

Em comunicado de imprensa, o FMI informou que detectou o ciberataque em Fevereiro e agora está a realizar uma investigação para avaliar o impacto do incidente. Até ao momento, a agência não encontrou nenhuma evidência de que os atacantes obtiveram acesso a outros sistemas ou recursos para além das contas de e-mail.

De acordo com o FMI, as contas de e-mail já foram novamente protegidas e nenhuma delas pertence às entidades de topo.

Embora o FMI não tenha fornecido outros detalhes sobre o ciberataque, a organização confirmou que usa a plataforma de e-mail baseada em nuvem Microsoft 365.

Em resposta ao incidente, o FMI garantiu que as medidas correctivas necessárias foram tomadas imediatamente. Além disso, destacou que está a trabalhar continuamente para melhorar as defesas contra ataques cibernéticos, reconhecendo a necessidade de vigilância constante contra essa forma crescente de crime.

Este é o primeiro caso de violação de segurança reportado pelo FMI desde 2011, período em que a instituição relatou o primeiro ataque considerado de “de alto nível”. Na altura, a instituição mantinha dados confidenciais de todos os países que provavelmente enfrentariam uma crise económica, dados estes que poderiam ter uma forte influência no mercado.

Partilhar artigo:

Somos um portal de notícias, voltado às tecnologias de informação e inovação tecnológica. Informamos com Rigor, Objectividade e Imparcialidade. Primamos pela qualidade, oferecendo aos nossos leitores, a inclusão tecnológica e a literacia digital

+(244) 930747817

info@pti.ao | redaccao@pti.ao

Mais Lidas

Últimos Artigos

Desenvolvido Por SP Media