OpenAI em turbulência após destituição de Sam Altman

OpenAI apresenta modelo novo de IA que transforma texto em vídeo

Sam Altman, um dos principais rostos por trás do ChatGPT, foi demitido na última sexta-feira (17), na sequência de um processo de revisão deliberativa por parte do conselho da OpenAI, que concluiu que o ex-CEO da empresa, que ajudou a trazer a inteligência artificial (IA) à ribalta, “não era consistentemente sincero nas suas comunicações com o conselho”.

“A saída do Sr. Altman segue-se a um processo de revisão deliberativa por parte do conselho, que concluiu que ele não era consistentemente sincero nas suas comunicações com o conselho, prejudicando a sua capacidade de exercer as suas responsabilidades. O conselho não confia mais na sua capacidade de continuar a liderar a OpenAI,” informou a empresa em comunicado.

A OpenAI não avançou mais detalhes sobre a demissão e por isso mesmo muito pouco se sabe sobre o processo que ditou o despedimento de Sam Altman.

Do pouco que sabe até agora, baseado nas declarações do antigo presidente da OpenAI, Greg Brockman, Sam Altman terá recebido uma mensagem, na tarde de sexta-feira, do cientista-chefe da OpenAI, Ilya Sutskever, a perguntar se podia participar numa videochamada. Quando entrou, Sam Altman encontrou todos os membros do conselho de administração, com exceção do presidente da empresa, Greg Brockman, e foi informado nessa chamada que seria despedido.

Mais tarde foi Greg Brockman quem terá recebido uma mensagem de Ilya Sutskever a pedir também para se juntar a uma reunião online. Quando se juntou, soube que iria ser afastado do conselho de administração, mas que continuaria como presidente da OpenAI. Foi-lhe dito também que Sam Altman tinha sido afastado do cargo de CEO. Em reacção, Greg Brockman decidiu apresentar a sua demissão.

“Sam e eu estamos chocados e tristes com o que o conselho fez hoje. (…) Nós também ainda estamos a tentar descobrir exatamente o que aconteceu,” escreveu Greg Brockman no X.

De acordo com o ArsTechnica, a OpenAI vive dias turbulentos e o número de demissões poderá crescer. O director de pesquisa da OpenAI, Jakub Pachocki, o chefe da equipa da segurança de IA, Aleksander Madry, e o pesquisador Szymon Sidor também terão já renunciado, segundo avança o The Information.

Enquanto se busca por um substituto de Sam Altman, o conselho de administração da OpenAI decidiu que a directora de tecnologia da empresa, Mira Murati, vai assumir o cargo de CEO interina.

“Somos gratos pelas muitas contribuições de Sam para a fundação e crescimento da OpenAI. Ao mesmo tempo, acreditamos que é necessária uma nova liderança à medida que avançamos. Como líder das funções de pesquisa, produto e segurança da empresa, Mira está excepcionalmente qualificada para assumir a função de CEO interina. Temos a maior confiança na sua capacidade de liderar a OpenAI durante este período de transição” realça a empresa em comunicado.

Investidores da OpenAI querem Sam Altman de volta

Um dia após o anúncio do despedimento surgiram noticias de que a OpenAI estava negociar um possível regresso de Sam Altman, na base desta mudança de perspectiva estaria a pressão dos investidores (Microsoft, Thrive Capital, Tiger Global) que, segundo a Bloomberg Line, terão proposto a demissão de todo o conselho que demitiu Sam Altman, caso o antigo CEO não fosse readmitido.

“O conselho da OpenAI está em discussões com Sam Altman para retornar à empresa como CEO, de acordo com várias pessoas familiarizadas com o assunto. Um deles disse que Altman, que foi demitido repentinamente pelo conselho na sexta-feira sem aviso prévio, é “ambivalente” quanto ao retorno e gostaria de mudanças significativas na governança,” avançou o The Verge no Sábado (18).

Segundo a Bloomberg Line, os membros do conselho da OpenAI já terão considerado renunciar em função da pressão feita pelos investidores para trazer Sam Altman à empresa. A plataforma avança também que os investidores estão avaliar uma extensa lista de possíveis novos directores para assumir os destinos da OpenAI, caso o conselho se demita. Um dos principais candidatos é o ex-CEO da Salesforce, Bret Taylor.

 

Partilhar artigo:

Somos um portal de notícias, voltado às tecnologias de informação e inovação tecnológica. Informamos com Rigor, Objectividade e Imparcialidade. Primamos pela qualidade, oferecendo aos nossos leitores, a inclusão tecnológica e a literacia digital

+(244) 930747817

info@pti.ao | redaccao@pti.ao

Mais Lidas

Últimos Artigos

Desenvolvido Por SP Media