Criptomoedas
A confirmação do incidente foi feita na última semana pelo conselheiro geral da FTX, Ryne Miller, que referiu que cerca de 600 milhões de dólares foram extraídos da corretora. De acordo com o CEO da correctora Kraken, plataforma para onde o hacker enviou os fundos roubados, movimentação teria sido feita por um funcionário interno da FTX e considerou o acto como "um golpe