Internacional

Microsoft confirma despedimento de 10 mil funcionários

A multinacional norte-americana do sector tecnológico confirmou hoje que vai, de facto, despedir cerca de 5% da sua força de trabalho até o final do terceiro trimestre deste ano, o que se traduz em 10 mil funcionários fora da empresa até o período estipulado. De acordo com a tecnológica, a decisão está relacionada as condições macroeconómicas e as mudanças de prioridade dos seus clientes.
 
“Estamos a fazer mudanças que resultarão na redução da nossa força de trabalho geral em 10.000 empregos até o final do terceiro trimestre do ano fiscal de 2023. Isso representa menos de 5% da nossa base total de funcionários, com algumas notificações acontecendo hoje. É importante observar que, embora estejamos a eliminar cargos em algumas áreas, continuaremos a contratar em áreas estratégicas importantes,” disse Satya Nadella, CEO da Microsoft.
 
Segundo a Reuters, recursos humanos e engenharia serão as áreas mais afectadas. A Microsoft garante que os funcionários afectados pela decisão receberão um aviso prévio de 60 dias e terão benefícios como plano de saúde e rendimentos de acções por seis meses.
 
Esta decisão segue-se às demissões assistidas em 2022, ano em que a empresa despediu inicialmente 1% da força de trabalho, em Julho, e, posteriormente em Outubro, 1000 funcionários. A Microsoft diz ter actualmente 221 mil funcionários em todo mundo, tendo recrutado 75 mil desde 2019.
 
 
Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal clicando aqui !!!

Ferreira Manuel

Ferreira Manuel é um redactor web em ascensão, no Portal de T.I, residente em Luanda, Angola. É estudante de Comunicação Social e entusiasta das criptomoedas e da tecnologia blockchain.

Itens Relacionados