Artigos

Breves noções sobre a história das criptomoedas

No primeiro artigo sobre criptoactivos falámos sobre o que são criptomoedas, como funcionam e como se caracterizam. Neste artigo, daremos sequência ao assunto fazendo uma breve viagem ao passado das criptomoedas, o que nos ajudará a conhecer os primórdios destes activos.

O bitcoin é tido como a primeira criptomoeda funcional criada, tendo surgido oficialmente em 2009, ainda na ressaca da crise financeira mundial que atingiu os mercados financeiros em 2008. O bitcoin surge assim como uma alternativa às deficiências verificadas pelo seu proponente, que atende por Satoshi Nakamoto, pseudônimo sob o qual, até agora, não se sabe se refere-se a uma pessoa ou um grupo.

Contudo, o bitcoin não é primeira criptomoeda criada. Ela é apenas a primeira que, de facto, funciona. Antes dele, existiram vários outros experimentos que buscavam ser uma alternativa ao sistema financeiro comum, tais como o DigiCash, o B-money e o BitGold. É sobre eles que falaremos neste artigo.

DigiCash, um sistema de dinheiro electrónico anónimo, mas não distribuído

David Lee Chaum, criador do projecto DigiCash – Créditos: D.R

O DigiCash foi uma proposta de criptomoeda da empresa com o mesmo nome, fundada pelo cientista da computação e criptógrafo norte-americano, David Lee Chaum, em 1992. De acordo com um artigo descritivo sobre a criptomoeda, escrito pelo seu criador, ela visava facilitar os pagamentos on-line dando grande ênfase à privacidade.

O DigiCash era, no entanto, baseado em um modelo centralizado, ou seja, diferente do bitcoin. Apesar disso, foi um projecto interessante. David Chaum acredita que o não sucesso do projecto DigiCash deveu-se, sobretudo, ao facto de ter sido criado antes do ‘boom’ do comércio electrónico.

B-money, um sistema de dinheiro electrónico anónimo e distribuído

Wei Dai, criador do projecto B-money – Créditos: D.R

O B-money é outro projecto de criptomoeda que surgiu em 1998, pouco depois da DigiCash.  Ele foi criado pelo engenheiro da computação Wei Dai. Este projecto era tão à frente do seu tempo que muitas das suas características foram adoptadas por Satoshi Nakamoto no bitcoin.

O B-money propunha um sistema de Prova de Trabalho (PoW, na sigla inglesa) e o uso de um banco de dados distribuído onde os usuários confirmariam as transacções a serem efectuadas com o B-money. Detalhe, actualmente o bitcoin usa o PoW como ferramenta fundamental para manter a rede Bitcoin e criar novas criptomoedas (assunto para outro artigo). Todavia, o B-money não passou da fase de gestação, com o projecto ficando estagnado na fase inicial. Mas é, certamente, um dos principais influenciadores do bitcoin.

BitGold, o ‘precursor do Bitcoin’

Nick Szabo, criador do projecto BitGold – Créditos: D.R

O terceiro projecto de criptomoeda que merece destaque é o BitGold, uma criptomoeda desenvolvida pelo jurista e cientista da computação norte-americano, Nick Szabo, entre os anos 1998 e 2005.

A funcionalidade, de acordo com o projecto, seria baseada numa tecnologia de razão distribuída, que registaria os blocos de dados que seriam criados a partir da prova de trabalho, tal como acontece actualmente no bitcoin.

Em termos de proximidade, o BitGold é o que mais se assemelha ao bitcoin, com ambos partilhando mutuamente muitas  características. Entretanto, apesar de promissor, o projecto não passou da fase inicial, à semelhança do B-money. Mas, a sua proximidade ao bitcoin garantiu-lhe o título de precursora do bitcoin.

Considerações finais

Há muito por se dizer sobre as criptomoedas, mas numa primeira fase, os elementos apresentados nestes dois artigos poderão lhe servir de pontos norteadores sobre:

  • O que são criptomoedas? – um sistema de dinheiro digital criptografado, cujo controlo sobre a verificação e a confirmação não é assegurado por uma entidade central;
  • Como funcionam? – através da tecnologia blockchain;
  • Quando surgiram? – Elas existem desde o século passado, essencialmente, desde os anos 1980 e 1990;
  • Quem as criou? – ao longo do tempo foram sendo criadas por diferentes personalidades para diferentes fins, até chegar ao bitcoin, criado por Satoshi Nakamoto em 2009.

 

Referênias bibliográficas

CARVALHO, C. E. et al. Bitcoin, Criptomoedas, Blockchain: Desafios analíticos, reação dos bancos, implicações regulatórias (2017). Disponível em: http://www.liberdadeeconomica.mackenzie.br. Acesso em: 2 de Janeiro. 2022.

CHAWN, D. Alcançando a privacidade eletrônica (1992).  Disponível em: https://web.archive.org/web/19971009045548/http://www.digicash.com/publish/sciam.html. Acessado em 3 de Fevereiro de 2022.

DAI. W. B-money  (1998). Disponível em  http://www.weidai.com/bmoney.txt.  Acessado em 30 de Janeiro de 2022

NAKAMOTO, S. Bitcoin: A peer-to-peer electronic cash system (2008). Disponível em: https://bitcoin.org/bitcoin.pdf Acessado em 4 de Fevereiro de 2022.

SZABO. N. Bit Gold (2005). Disponível em: https://nakamotoinstitute.org/bit-gold/. Acessado em 4 de Fevereiro.

 

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal clicando aqui  !!!

Ferreira Manuel

Ferreira Manuel é um redactor web em ascensão, no Portal de T.I, residente em Luanda, Angola. É estudante de Comunicação Social e entusiasta das criptomoedas e da tecnologia blockchain.

Itens Relacionados