Canadá proíbe Huawei e ZTE de operar nas suas redes 5G

De acordo o ministro do Comércio do Canadá, François-Philippe Champagne, a decisão, anunciada na última semana, decorre de uma revisão completa das agências de segurança do país e após consultas feitas aos seus aliados mais próximos. A medida, segundo o governante, melhorará os serviços de internet móvel do Canadá e “protegerá a segurança dos canadenses”

“Deixe-me ser muito claro: sempre protegeremos a segurança dos canadenses e tomaremos todas as medidas necessárias para proteger a nossa infra-estrutura de telecomunicações. Em um mundo 5G, em um momento em que confiamos cada vez mais as nossas vidas na nossa rede, esta é a decisão certa”, disse o ministro, citado pela BBC.

Na prática, a proibição impedirá que as duas fabricantes chinesas de equipamentos de telecomunicações trabalhem nas redes telefónicas 5G do Canadá e, consequentemente, que as empresas de telecomunicações do país possam utilizar equipamentos fabricados pela Huawei e ZTE.

No entanto, a decisão do governo canadense já era esperada, visto que os aliados mais próximos do país, EUA, Reino Unido, Austrália e Nova Zelândia (países com os quais compõe o grupo dos “5 olhos”) já impuseram restrições às duas tecnológicas chinesas.

Em reacção, a Huawei Canadá mostrou-se “desapontada” e classificou decisão do governo de Ottawa como sendo “política”.

“Esta é uma decisão política infeliz que não tem nada a ver com a segurança cibernética ou qualquer uma das tecnologias em questão”, disse a empresa em comunicado.

Por seu lado, a ZTE negou as alegações de segurança levantadas pelo governo de Ottawa, considerando-as “altamente especulativas”.

“Sempre respeitamos os padrões e as melhores práticas internacionais, abrindo os nossos laboratórios de segurança cibernética para permitir que reguladores e partes interessadas verifiquem a segurança dos produtos ZTE”, referiu a empresa em comunicado.

A nova posição do governo canadense constitui mais um golpe duro contra as tecnológicas chinesas, que viram restringidas as suas operações nos EUA, após o Presidente Joe Biden ter assinado, em Novembro de 2021, uma legislação que as impede de receberem novas licenças de equipamentos de telecomunicações no país.

 

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal clicando aqui  !!!

Partilhar artigo:

Somos um portal de notícias, voltado às tecnologias de informação e inovação tecnológica. Informamos com Rigor, Objectividade e Imparcialidade. Primamos pela qualidade, oferecendo aos nossos leitores, a inclusão tecnológica e a literacia digital

+(244) 930747817

info@pti.ao | redaccao@pti.ao

Mais Lidas

Últimos Artigos

Desenvolvido Por SP Media