De acordo com o governo nigeriano, as condições anunciadas no chamado "Código de Prática" estabelecem que para operar no país, as redes e medias sociais como o Twitter, Facebook, WhatsApp, Instagram, Google e Tik Tok, devem registar-se na Comissão de Assuntos Corporativos (CAC, na sigla inglesa); nomear um representante do país para interagir com as autoridades nigerianas;