Angola
Conforme o comunicado do BNA, emitido nesta terça-feira (18), as empresas visadas comercializam cartões de pagamento internacional, através da rede VISA, carteira para reserva de emergência e poupança em moedas estrangeiras e depósitos a prazo em moedas estrangeiras, bem como o comércio de câmbio". Actividades para as quais as empresas não estão licenciadas, segundo o
Angola
A medida anunciada nesta segunda-feira, 10 de Outubro, é uma iniciativa do Banco Nacional de Angola (BNA) em coordenação com a Empresa Interbancária de Serviços (EMIS) e os bancos comerciais. O objectivo, segundo o banco central, é “aumentar a confiança e credibilidade do sistema de pagamentos”, com realce à disponibilização de dinheiro nas contas dos beneficiários aos
Angola
A distinção foi feita na passada quinta-feira, 8 de Setembro, durante o 7º Fórum Global de Políticas para Inclusão Financeira, realizado pela Aliança Financeira Internacional (AFI) na Jordânia de 5 e 8 do mês em curso. As iniciativas de inclusão financeira e sustentabilidade, bem como as políticas relativas às tecnologias financeiras estiveram entre os temas abordados.